É a consistência de suas atitudes que conduz você ao sucesso e à realização de qualquer que seja o seu desejo. Desde uma promoção no trabalho até um relacionamento, passando pela aquisição de um bem material ou a efetivação de uma viagem, qualquer sonho precisa de ações coerentes e, principalmente, recorrentes para se tornar real.


Para as questões mais objetivas, em geral seguimos essa lei. Ou se
ja, economizamos determinado valor por mês para comprar um imóvel, investimos num curso semanal ou diário para merecermos um aumento salarial e por aí vai. Mas, infelizmente, quando se trata de questões subjetivas ou emocionais, raras são as pessoas que se comprometem com a consistência de suas escolhas.

Ser consistente é decidir fazer algo por um dia e refazer essa decisão todos os dias, incansavelmente, até que o objetivo seja alcançado. E é bom lembrar que, num relacionamento, partimos da premissa de que deveremos ser consistentes por toda a vida. Isto é, amor não se trata apenas de um sentimento que parece surgir do nada e se mantém por conta própria. Muito pelo contrário!

Amor é escolha, é decisão e precisa ser consistente. Estamos de fato amando quando nos predispomos a investir – por meio de atitudes coerentes e recorrentes – todos os dias no relacionamento que resolvemos viver. E isso, diferentemente do que muitos pensam, não significa acusar, cobrar ou se lamentar. E tem mais: quanto pior e mais desgastada estiver a relação, mais difícil (mas não impossível) pode ser resgatá-la. Portanto, se você estiver começando uma relação agora, aproveite para aplicar essa lei da preservação desde já.

Viva com a pessoa amada somente por hoje, como se o amanhã não fosse existir. Imagine que a tem somente até esta noite e que precisa fazer o seu melhor, ser paciente, ouvi-la e agradá-la somente até este dia acabar. Faça deste o dia mais especial de vocês dois. Pense: só por hoje é bem fácil.

Em vez de discutir por alguma bobagem ou diferença de opinião, converse calmamente. No hoje seguinte, foque o que ela fizer de bom. Qualquer pequena ação que te agrade ou que demonstre uma característica positiva, elogie, reconheça! Num outro hoje, pergunte como ela está, se está feliz e se você poderia fazer algo para que ela se sentisse melhor ainda. Lembre-se: amanhã também será um dia único. Você também pode presenteá-la inesperadamente. E depois, simplesmente não revidar nada, não dizer nada de negativo, manter-se o mais compreensível que conseguir.

Enfim, assim como reservaria algumas horas de seus dias para investir num curso superior, por exemplo, reserve duas ou uma que seja, para investir no seu relacionamento. Não caia na armadilha de acreditar que o fato de ter se casado é garantia para que fiquem juntos e felizes. Não é! Você vai precisar se casar um dia e se recasar todos os outros, pelo menos enquanto quiser manter vivo esse encontro.

Por fim, perdoe-se quando não conseguir. Saiba que mais importante do que acertar sempre é continuar disposto, continuar consistente. Numa faculdade, por exemplo, você reprovaria somente se não atingisse a média exigida ou tivesse mais de 25% de faltas durante o período letivo. Ou seja, erros são admitidos, mas têm limites. Pergunte-se: será que você está de fato presente em pelo menos 75% do tempo em sua relação? Será que você mantém uma média razoável de atitudes que reforçam seu amor e sua vontade de fazer o outro feliz? Intenções são ótimas, mas o que faz a diferença mesmo é a sua consistência no exercício de amar... e também de viver!

- Rosana Braga

Nenhum comentário

Postar um comentário

Layout por Maryana Sales - Tecnologia Blogger