A VIDA NÃO É JUSTA


De acordo com a vida, as estatísticas de quem aprende na marra a ser forte vem aumentado a cada dia que passa. A vida ensina a todos, querendo ou não. 
Não é justo? Pois é.
Você é ingênua quando confia em todo mundo; quando pensa que todos vão estar lá por você, quando você precisar; quando pensa que todos vão te abraçar e ouvir o que você tem a dizer, sem te julgar nem condenar. Porque na verdade, é isso o que você quer. Uma pessoa que te ouve e te entende. Mais nada. 
Até que você percebe que, na verdade, essa pessoa não existe. Que você só pode contar consigo mesma. Que deve ser forte e enfrentar tudo sozinha. Deve ser sua própria conselheira e amiga. Deve aprender a ser forte. Sozinha. 
É fácil? Não. Ninguém nunca disse que seria, muito pelo contrário. 
E deixa eu te contar um segredo: só piora com o tempo. 
Tudo aumenta, junto com a idade. Os problemas, as responsabilidades, as preocupações. Por isso aparecem tantos cabelos brancos repentinamente. É tudo de uma vez, e você é obrigado a se acostumar. 
Vai ser assim daqui pra frente. Acostume-se. 
Não é justo? Não. 
Infelizmente não há para quem reclamar, ou ligar para uma agência reclamando de um produto danificado. Isso não existe. Conviva. Viva. Tente. Faça seu melhor. E a vida te dará o melhor (que ela conseguir). 

Dâmaris.

Nenhum comentário

Postar um comentário

Layout por Maryana Sales - Tecnologia Blogger