"Se eu tivesse seguido por outro caminho, lido outros livros e conhecido outras pessoas, hoje não seria eu. Se eu tivesse pegado um atalho ou virado uma rua acima, minha vida não seria a minha. O mundo não passa de um grande e bonito labirinto de peças de dominó: uma só peça tombada e o resto se curva aleatoriamente até chegar ao fim. Somos movidos por perguntas e, logo após, pelas respostas, as escolhas. Não é a vida que nos leva, nós é que a carregamos, a cada “sim” ou “não” dito diante de uma situação. Em frente ou enfrente? E assim cai a primeira peça, logo a segunda e depois a terceira, até chegarmos na peça que somos hoje. Escolhas, de simples à complexas, podem mudar do sabor do sorvete até nosso futuro inteiro. O fazer ou não fazer decide o ser ou não ser. É por isso que sou assim, um fruto da escolha passada. Moldada à partir do que abri mão e do que dei continuidade. Se eu tivesse tomado outra rua, outra rota, outra direção, talvez não estivesse escrevendo. Talvez não estivesse feliz. Talvez fosse semelhante àquele que julgo hoje. Que tipo de pessoa eu seria se não houvesse vivido o que vivi? Talvez eu nem continuasse vivendo."

Nenhum comentário

Postar um comentário

Layout por Maryana Sales - Tecnologia Blogger