“Sinceramente? Que pareça clichê, que pareça modinha…Mas eu sinto muita falta da minha infância!! Tempo bom, sem problemas, sem preocupação, com toda pureza e inocência que uma pessoa pode ter. Que brincava na rua o tempo todo até mamãe mandar entrar. Que ficava feliz com uma balinha qualquer. Que quando ganhava R$0,10 centavos comemorava como se fosse R$ 100,00. E que, acima de tudo, tinha os cuidados e os mimos de uma boneca, que não tinha vergonha de dizer o quanto amava as pessoas… E o pior é saber que nada disso volta.”

Nenhum comentário

Postar um comentário

Layout por Maryana Sales - Tecnologia Blogger