Amor platônico? Antes fosse. Melhor seria se você me ignorasse, sem olhar desse modo que vai me carregando e me tomando com as mãos. Para de olhar assim. Parece que você sabe que fazendo isso me ganha fácil e desvenda que foi única pessoa que conseguiu me prender, mesmo de tão longe. Eu sei que você sabe de tudo o que sinto, mas não devia. Na verdade, eu que não deveria adocicar a sua fragrância amarga, ter um caso com esse amor, ter um pacto com as palavras que nos envolve. Poderia não escrever sobre o que sinto, sobre nós. Poderia não me importar tanto, e ficar bem. Poderia não lhe deixar submetido às minhas disritmias escritas. E eu poderia, poderia sim, muita coisa, mas pensando bem não posso.

Nenhum comentário

Postar um comentário

Layout por Maryana Sales - Tecnologia Blogger