“Eu gosto de ti, gosto de te beijar, de te bater, de sentir você sentindo prazer, gosto de quando me morde e me pega de jeito, gosto do jeito que me excita e fala besteirinhas, gosto de está contigo, gosto também de quando você diz me amar, gosto do teu jeito meio torto de sorrir, gosto de quando você me chama de amor, gosto dos teus olhos, gosto da tua boca, do poder que ela tem sobre a minha, gosto de ti e de você ser meu, gosto do teu jeito todo dengoso de ser, mesmo que eu não demonstre tanto. E no meio desses tantos “gostar” eu acabei te amando.”

Nenhum comentário

Postar um comentário

Layout por Maryana Sales - Tecnologia Blogger