CONFUSÃO DE SENTIMENTOS


Eu estava completamente desolada. Sem chão. 
Não entendia o que estava acontecendo. Milhões de pensamentos passavam por minha mente a cada segundo. 
Parecia que alguém tinha batido minha cabeça contra a parede com a força do Hulk. Tamanha era a minha confusão. Mas não a dor. Pelo menos não a cabeça. Era um pouco mais pra baixo. Do lado esquerdo do peito. Mas essa dor não era simplesmente do tamanho da força do Hulk. Mas sim do tamanho da força de todos os heróis fortões que conhecemos. Talvez até maior.
A dor me consumiu em pouco tempo. E com ela vieram as lágrimas, caindo sem parar. 
E, neste momento, o céu desabou também. Parecia que o mundo estava chorando comigo. Tentando me ajudar a suportar a dor... Ainda que em vão. 
Essa dor jamais acabaria. Nem com todas as lágrimas do mundo. Ela apenas diminuiria, até ficar praticamente invisível. Mas ainda continuaria lá; em um canto escuro e sombrio do coração. Como uma ferida mal cicatrizada. Como um porta retrato quebrado. Como uma árvore cortada pela metade. Como um coração partido.
A dor estaria lá, só esperando para ser despertada novamente. 

Dâmaris.

Nenhum comentário

Postar um comentário

Layout por Maryana Sales - Tecnologia Blogger