#8 Resenha: 50 Tons de Cinza


Anastasia Steele conhece o intrigante e misterioso Christian Grey por acaso, em uma situação embaraçosa e inoportuna para o romance. Mas logo de cara os dois notam que rola alguma coisa entre eles. Uma corrente elétrica passa por Anastasia assim que ela o vê e o cumprimenta. 
Ela passa o dia pensando nele e, durante uma saída com seus amigos ela o encontra. Christian a "salva" de seu amigo bêbado e apaixonado, sabendo que Ana não retribui o sentimento. Ele a leva para seu apartamento para que ela passe a noite e recobre suas forças, já que tinha bebido demais também. 
Quando Anastasia acorda de manhã e percebe onde está, sua mente viaja e ela entra em pânico. 
Depois dessa noite, os dois começam a se encontrar com mais frequência e Ana é apresentada ao mundo escuro e sombrio em que vive o Sr. Grey. 
Ela deve tomar uma difícil decisão, se entregar ou não? 
Mesmo estando apavorada e não sabendo o que fazer, consegue reconhecer que se apaixonou pela primeira vez, e não foi por um príncipe encantado. 
Ana é levada até os confins de onde a escuridão do Sr. Grey pode ir e, com isto, percebe que não é o suficiente para ele. Que ele nunca poderá abandonar seu lado escuro totalmente. 
Anastasia vai embora, deixando um Sr. Grey totalmente desolado. Assim como ela mesma se sente. 

Um livro fantasioso e muito explícito, mostrando claramente o porque de ser proibida sua venda para menores de 18 anos (uma sábia decisão). Coloca a mulher como um objeto, degradando sua imagem. Mal escrito. 
Li por curiosidade. A história é interessante, apesar de conter "cenas" fortes, insinuantes e eróticas. 
Se você for maior de 18 anos, fique a vontade. 

Autora: E L James
Editora: Intrínseca

Dâmaris.

Nenhum comentário

Postar um comentário

Layout por Maryana Sales - Tecnologia Blogger